domingo, 3 de junho de 2012

Era uma vez...


Já fui criança e já fui mãe. Muitas histórias infantis leram os meus olhos e foram ditadas pela minha voz. Repetidamente.
- Era uma vez uma princesa...
- Era uma vez um rei...
Histórias na perfeição de um modelo ilusório com personagens belas, más e feias à mistura a encaixarem numa magia que se quer ingenuamente perfeita. Adormecem-se as crianças formatadas neste sonho. Pela  manhã, todas as meninas querem ser princesas e todos os meninos querem uma espada. E vão sonhando e brincando com reinos perfeitos. Depois, é um crescer natural e um despertar óbvio para a vida. E chega o dia que se quebra o encanto. Continuam os reis e as princesas numa outra realidade. Num desfile de vaidades apresentam-se realidades e factos. A perfeição é uma fachada de histórias e escândalos abafados. Actos contínuos de acções interditas e casos obscuros. Mentiras e festas sumptuosas. Gaste-se e encante-se com protocolos inúteis. Ainda assim, as mulheres republicanas e cientes da realidade continuam a sonhar com príncipes perfeitos e, os reis a sonhar com plebeias generosas. Como a imperfeição é ávida de ilusões...




Imagem: desenho de Almada Negreiros

Escrito para Fábrica de Letras
Tema: Perfeição


Original escrito e publicado...
Mz

23 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo!!Chega um dia que vemos que mesmo que as coisas não sejam perfeitas, temos que tentar bem conviver com elas...Saber viver , tentando aperfeiçoar sempre, mas sem enlouquecer. beijos,chica e linda participação!

Mz disse...

Chica,
também acho.

Obrigada,
bjs.

manuela baptista disse...

como a princesa e a ervilha

magoa sempre


mas não existe tempo certo para a imaginação galopar
a vida, perderia a graça

um beijo, Mz

Neyde Arte Artesanato disse...

Incrivel;principes,rainhas ainda influenciam...voltando ao nosso dia a dia,acredito que viver mesmo sem perfeição é saber o que se deseja,respeitando o outro,linda tua participação;Muito obrigada pelo carinho da visita,repetidos beijos.

Mz disse...

Manuela Baptista,
e eu continuarei a ler as histórias de princesas!

Outro para si.

Mz disse...

Neyde Arte Artesanato,
a Fábrica de Letras não pode ser um deposito de textos, tem de haver interação, senão... o desafio perde competitividade e algum interesse também.

Foi um gosto ler a sua poesia, gostei muito, mesmo!

Beijos

João Roque disse...

És fiel à participação nos temas mensais da "Fábrica de Letras" e sempre com excelentes textos.
Parabéns.
Eu só participei as primeiras vezes, pois gosto pouco de escrever deliberadamente sobre um tema pré-estabelecido. As coisas têm que me sair naturalmente...

Catarina disse...

Gosto muito desta resumida discrição da perfeição : "A perfeição é uma fachada de histórias e escândalos abafados."

Pois muitas vezes a mesma é verdade até deixar de o ser :)

Mês que vem, temos festa certo? 40ª participação ;)

Mariavaicomasoutras disse...

A Ilusão oculta sempre a imperfeição...e por isso iludimo-nos na procura da perfeição figurada dos principes e princesas, que não passam de reais imperfeições!

Estou contigo...
Bjo*

Mz disse...

João,
nem sempre é fácil conseguir algo com alguma substância. Sabe que esta é a minha 39ª participação?

Até já deixei lá um pedido para uma homenagem 40ª participação
;)

Mz disse...

Catarina, não leve muito apeito. Pode encaixar neste texto em que me insprirei na monarquia espanhoa, segundo todos os últimos escândalos e mais os que estavam camuflados.

Noutros contextos, a busca da perfeição também tem outra vertente.

Eu já lá deixei um recadinho... saiu-me!

Mz disse...

Mariavaicomasoutras,
todos tentamos encobrir imperfeições e iludirmo-nos fantasias. Procuramos também o sonho ainda que ele não se realize...

Bjs

Pedrasnuas disse...

O teu texto está sucinto e diz tudo sobre príncipes e princesas ...Subscrevo plenamente as tuas palavras!!! Gostei do encadeamento!!!
Por aqui também se escreve muito bem!!!

Bj

Mz disse...

Pedrasnuas,
as histórias infantis deram-me uma ideia para este tema e desviar-me para a realidade de príncipes e princesas e os reis da sociedade monarca no mundo, principalmente a Espanhola com todos os escândalos recentes. Mas a verdade é que eu continuarei, sempre que se proporcionar, a ler histórias infantis de princesas e de reinados onde a fantasia faz adormecer melhor as nossas crianças...

Bjs

Luís Coelho disse...

O nosso melhor tempo:
O sonho e a ilusão, o faz de conta...

Depois a vida encarrega-se de nos mostrar outras realidades mais duras.

Olga disse...

Sempre sonhamos com o que pensamos não estar ao nosso alcance, porque pensamos que a felicidade é muito maior se tivermos esta ou aquela vida, quando a felciidade está mesmo na vida que temos, nos pequenos nadas que fazem muito. Adorei o texto. Beijinhos!

Mz disse...

Luís Coelho,
e quando todas as crianças tiverem o discernimento de uma realidade mais dura, pois que nunca deixem de sonhar, pois até os adultos continuam com os seus sonhos ainda que eles nunca se tornem realidade.

Mz disse...

Olga,
sim, todos sonhamos com coisas que nunca se chegarão a concretizar e uma parte delas não são nem de longe as que mais necessitamos. essas estão mesmo ao nosso lado e nem sempre lhes damos o devido valor.

Eu jogo no euromilhões e quero ser uma excêntrica, dahhhh :))))

O Profeta disse...

Convido-te a conhecer um Homem de papel
Convido-te a olhá-lo num espelho de água

Bom fim de semana

Mágico beijo

Briseis disse...

Como este textinho insuspeito encerra uma reflexão tão profunda...! Gostei muito!! =)

Mz disse...

O Profeta,
espero que ainda não se tenha desfeito...

Bjs

Mz disse...

Briseis,
era para reflectir mesmo!

Obrigada.

Isa Lisboa disse...

Quando somos crianças precisamos dessas histórias. Depois crescemos e percebemos que a distância entre as fadas e as bruxas não se mede como nos contos de fadas...
Mas às vezes ainda me lembro dessas histórias, e tenho vontade de as reler...só para me lembrar delas, de como a vida era perfeita nessa altura!
Gostei de conhecer o seu blog, vou voltar mais vezes!
Beijos